Teste Bowie-Dick: entenda o que é, como e por quê deve ser utilizado​

Você sabe o que é e por quê utilizar o teste Bowie-Dick?

Para que uma autoclave seja considerada segura e eficiente é importante seguir alguns requisitos, como: retirar o maior volume possível de ar da câmara interna e de dentro das cargas que serão processadas, e combinar tempo, temperatura e pressão durante um determinado período, de acordo com as orientações da NBR ISO 11.140-1e, realizando uma boa penetração do agente esterilizante na carga. ​

O teste Bowie-Dick é um teste do sistema de remoção de ar da sua autoclave. Ele deve ser realizado todos os dias antes da primeira carga que será processada, pois é um meio sensível e rápido de detecção de fugas, remoção inadequada ou penetração inadequada de ar. É um teste extremamente útil e necessário em sua CME,  já que a remoção inadequada ou insuficiente de ar prejudica a esterilização ou mesmo pode resultar em instrumentais não estéreis ao final do processo.​

Quando fechamos a porta de uma autoclave, temos 100% de ar dentro da câmara interna e, se não retirarmos este ar que está presente e introduzir o vapor, haverá a formação de inúmeras bolhas de ar. Estas bolhas impedem a atuação da temperatura e da pressão na câmara, pois, onde houver ar, não haverá esterilização. Sendo assim, o teste Bowie-Dick é essencial.​

Como utilizar corretamente o teste Bowie-Dick?

O teste Bowie-Dick deve ser utilizado diariamente sempre que sua autoclave estiver em uso, antes da primeira carga ser processada. Se você utiliza a autoclave continuamente, realize o teste sempre no mesmo horário. Ele contém um indicador químico classe II para o teste, sem chumbo e sensível ao vapor.​

O Pacote de teste Bowie-Dick detecta fugas de ar, uma inadequada remoção de ar e a penetração de vapor em esterilizadores assistidos por vácuo. E deve ser usado diariamente após a instalação ou mudança de local do esterilizador diante de possíveis falhas e também depois que a autoclave tenha sido consertada.​

O teste Bowie-Dick deve ser colocado horizontalmente na frente da autoclave, na parte inferior, perto da porta, em uma câmara vazia, com 3 pré-vácuos, pressão de 2,3 kPa a 134°C. Quando é realizado na em uma câmara vazia, ele tem seu potencial de detecção maximizado. E, se existem outras embalagens na câmara, elas entram com uma porcentagem de ar, reduzindo consideravelmente a sensibilidade do teste.​

O teste deve ser realizado em um ciclo breve, geralmente entre  3,5 a 4 minutos, sem tempo de secagem. E não deve ser realizado em ciclos superiores a 4 minutos, segundo a AAMI, pois tempos de exposição mais longos invalidam o resultado do teste.​

O mais importante é seguir sempre as recomendações do fabricante quanto ao uso adequado do teste e verificar sempre a data de validade do mesmo. ​

Além de alocar corretamente o teste Bowie-Dick na autoclave, é importante saber interpretar os resultados do teste, informação que também deve ser consultada com o fabricante, para que você possa compreender as instruções acerca dos resultados esperados.​

Se forem constatadas áreas com manchas de coloração mais claras ou esfumaçadas nas linhas escuras da folha-teste, significa que houve falha no sistema de remoção do ar, portanto, falha na esterilização.​

A Sispack está há mais de 35 anos oferecendo as melhores soluções em biossegurança para a sua CME, com diversos tipos de indicadores químicos, biológicos e também uma linha de testes Bowie-Dick!​

Produto adicionado a lista de orçamento. Se preferir, faça seu pedido agora mesmo cliclando no link de Whatsapp.