O que você precisa saber sobre a CME e sua organização física e estrutural?

A Central de Material e Esterilização é um espaço de suma importância dentro de centros médicos, clínicas, hospitais e consultórios. Por isso, é importante saber exatamente como ela deve funcionar, conhecer seus riscos e saber quais erros devem ser evitados para garantir a segurança dos pacientes e profissionais envolvidos. ​

A CME deve ser fisicamente centralizada ou semi-centralizada, principalmente quando falamos em hospitais de grande e médio porte. ​

E por que ela deve ser centralizada? A CME centralizada oferece algumas vantagens, dentre elas:​

  • Eficiência no trabalho e economia de pessoal e material;​
  • Supervisão adequada;​
  • Facilidade no preparo e no controle de suprimentos, evitando quebra e extravio do material;​
  • Menor sobrecarga de trabalho à equipe de enfermagem das unidades;​
  • Garantia da eficiência da esterilização, armazenamento e distribuição de material.​

Mas não é só isso. No local adequado, ela permite atender com precisão a todos os setores de material hospitalar, mesmo aqueles de materiais não esterilizados, como: aspiradores, ataduras, vaporizadores e bisturis elétricos.​

A recepção e distribuição do material é mais ágil e eficiente, bem como o atendimento às emergências. ​

Além da localização física, a CME deve conter alguns setores para seu bom funcionamento e o fluxo adequado do material, são eles:​

Área suja: destinada ao recebimento e separação dos materiais sujos advindo dos setores de assistência. É aqui que se realiza o processo de limpeza, desinfecção e secagem dos instrumentais. O acesso deve ser restrito ao fluxo de pessoas e os profissionais da saúde deverão trabalhar paramentados com todos os EPIs necessários.​

Área limpa: local destinado aos processos de separação dos instrumentais, conferência da limpeza, funcionalidade e integridade dos artigos, bem como o empacotamento, selagem das embalagens e esterilização. O acesso também deve ser restrito.​

Área de guarda e distribuição de artigos esterilizados: local destinado à guarda dos instrumentais esterilizados e dispensação dos mesmos, com fluxo restrito de pessoas e a lavagem das mãos deve ser realizada rigorosamente para manipulação dos materiais esterilizados. ​

É importante, também, ter um local adequado para o controle de material e para os livros de registro de entrada e saída de material na CME, evitando extravios.​

Além disso, algumas condições físicas devem ser observadas, pois as normas vigentes regulamentam que deve haver ambiente obrigatório com dimensões mínimas e instalações necessárias, por exemplo: ​

  • Os pisos e paredes devem ser laváveis, com o mínimo de juntas e em bom estado de conservação;​
  • As bancadas devem ser usadas para inspeção, preparo, embalagem, conferência e apoio. Devem ser de fácil higienização e favorecer a ergonomia do funcionário;​
  • As superfícies devem ser impermeáveis, lisas, laváveis, de cor clara e de fácil manutenção;​
  • O ambiente deve ser iluminado para favorecer a conferência da limpeza. Porém deve-se evitar o contato direto da luz do sol na área de armazenagem;​
  • As janelas da CME devem ser protegidas com telas milimétricas para evitar a entrada de insetos e roedores;​
  • A ventilação mecânica ou natural é permitida na área suja, porém deve ser evitada na área limpa e estéril.​

Se a CME está organizada adequadamente e todas as normas estabelecidas são seguidas, pode-se garantir a saúde dos pacientes e profissionais de maneira mais eficaz. ​

A Sispack possui diversas soluções em biossegurança, para atender a todas as suas necessidades.​

Com uma linha completa de produtos para te auxiliar em todas as etapas de processamento em sua CME, desde detergentes enzimáticos, lavadoras ultrassônicas, secadoras, indicadores químicos e biológicos para monitoramento, até autoclaves de alta performance. ​

Você pode conhecer o nosso portfólio completo de produtos através do site! Link

Produto adicionado a lista de orçamento. Se preferir, faça seu pedido agora mesmo cliclando no link de Whatsapp.